Qual é a diferença entre escola bilíngue e dupla certificação?

A escolha da educação para os filhos é uma das decisões mais importantes que os pais enfrentam. Com a necessidade de habilidades linguísticas, surgem opções educacionais como escolas bilíngues e dupla certificação. Embora ambas ofereçam uma abordagem para o ensino de línguas estrangeiras, há diferenças entre elas. Abaixo, vamos mostrar essas diferenças para ajudar os pais a tomar decisões informadas sobre a educação de seus filhos.

O que é uma escola bilíngue?

Uma escola bilíngue é uma instituição educacional onde duas línguas são usadas para instrução e comunicação, geralmente desde os primeiros anos de vida. O objetivo principal é desenvolver a proficiência em ambas as línguas, proporcionando uma imersão linguística significativa. Essas escolas podem adotar diferentes modelos de instrução, como o modelo de imersão total, onde a língua-alvo é a principal ferramenta de ensino, ou o modelo de imersão parcial, onde a língua-alvo é usada em certas disciplinas ou períodos do dia.

O que é dupla certificação?

Por outro lado, a dupla certificação refere-se a um programa educacional onde os alunos recebem certificados reconhecidos em duas línguas ou sistemas de educação diferentes. Por exemplo, um aluno pode estudar em uma escola que segue o currículo nacional, mas também segue um programa de língua estrangeira que conduz a uma certificação em uma língua adicional, como inglês, francês ou espanhol. Essas certificações podem ser obtidas através de exames padronizados reconhecidos internacionalmente, como o TOEFL, DELF, ou DELE.

Melhore sua fluência em inglês com nosso curso de conversação em inglês online, onde você pratica em tempo real com professores nativos e colegas de todo o mundo. Aprenda de forma conveniente e eficiente, aprimorando suas habilidades de comunicação no seu próprio ritmo.

Principais diferenças entre escola bilíngue e dupla certificação

Escola Bilíngue: A abordagem é centrada na imersão linguística, onde a língua estrangeira é usada como meio de instrução desde o início. O objetivo é desenvolver fluência e proficiência nas duas línguas.

Dupla Certificação: Aqui, o foco principal está na obtenção de certificados em línguas estrangeiras adicionais, enquanto o ensino principal pode ser conduzido na língua nativa do aluno.

Currículo e estrutura:

Escola Bilíngue: O currículo é integrado para garantir que os alunos recebam instrução em todas as disciplinas nas duas línguas. A estrutura pode variar de acordo com o modelo de imersão adotado.

Dupla Certificação: Os alunos seguem o currículo padrão da escola, com a inclusão de programas de línguas estrangeiras que levam à obtenção de certificados específicos.

Objetivos educacionais:

Escola Bilíngue: O principal objetivo é desenvolver fluência e competência em duas línguas, além de promover uma compreensão intercultural mais profunda.

Dupla Certificação: O objetivo principal é obter certificados reconhecidos internacionalmente em línguas estrangeiras adicionais, o que pode ser útil para futuros estudos ou carreiras.

Ambiente de aprendizado:

Escola Bilíngue: Os alunos estão imersos em um ambiente onde as duas línguas são usadas ativamente, facilitando a aprendizagem através da prática constante.

Dupla Certificação: O aprendizado das línguas estrangeiras muitas vezes ocorre em um ambiente mais formal, com aulas dedicadas e materiais específicos para a preparação dos exames de certificação.

Qual é a melhor opção?

A escolha entre uma escola bilíngue e a busca por dupla certificação depende das necessidades e objetivos individuais de cada aluno e família. Se o objetivo principal é o desenvolvimento proficiente em duas línguas desde uma idade precoce, uma escola bilíngue pode ser a melhor opção. Por outro lado, se o foco principal é obter certificações reconhecidas internacionalmente em línguas estrangeiras específicas, a dupla certificação pode ser mais adequada.

Tanto as escolas bilíngues quanto os programas de dupla certificação oferecem oportunidades valiosas de aprendizado de línguas estrangeiras. O importante é considerar cuidadosamente as necessidades individuais, objetivos educacionais e recursos disponíveis antes de tomar uma decisão informada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 12 =